NotíciasPackaging no Brasil

Papirus é destaque no Prêmio Grandes Cases de Embalagem

A companhia conquistou um prêmio com o case “Aedes do Bem” e ainda forneceu o papel cartão para as caixas que transportaram os troféus

A Papirus, uma das principais fabricantes de papel cartão do país, foi uma das vencedoras do Prêmio Grandes Cases de Embalagem, promovido pela empresa de consultoria The Packaging Academy junto com a revista Embalagem Marca. A empresa foi destaque com o case “Aedes do Bem”, uma solução inovadora, segura e eficaz no combate ao Aedes aegypti.

A cerimônia de premiação aconteceu nessa terça-feira, 17, em São Paulo. A participação da empresa no evento também envolveu o fornecimento de papel cartão para a produção das caixas dos troféus.

Foto: Divulgação

“Para a Papirus, que sempre se pautou em inovar, buscar novos usos e soluções para o papel cartão, é uma grande satisfação fazer parte deste projeto e receber o troféu”, destacou Eliane Dantas, supervisora de Marketing da Papirus. “O Prêmio Grandes Cases de Embalagem impulsiona iniciativas como esta e incentiva que o desenvolvimento de novas embalagens, para que elas sejam cada vez mais eficientes, funcionais e atraentes”.

Em menos de um mês, este é o segundo prêmio conquistado pela embalagem criada pela empresa de biotecnologia Oxitec, que integra um projeto para combater a dengue, o “Aedes do Bem”. A caixa é feita em papelão onda B, utilizando acoplamento de papel cartão Vitaliner 225 g/m², da Papirus. Com fácil montagem e de manuseio simples pelo usuário, o formato cúbico otimiza o uso do material e propicia ótima resistência à compressão, melhorando o processo logístico.

Também participaram do desenvolvimento desta embalagem um time de parceiros da Papirus formado pela SIDE – Sistema Integrado da Diversidade de Embalagens –, How to Pack, Novoriginal Gráfica e Editora e o técnico da Papirus, Manolo Amato.

Neste projeto, algumas residências receberam caixas contendo ovos de mosquitos machos que carregam uma característica autolimitante. A partir das caixas, os chamados Aedes do Bem se dispersam pela área urbana ao redor, procurando por fêmeas Aedes aegypti para se acasalarem. As fêmeas que acasalam com o mosquito autolimitante geram apenas mosquitos machos (que não picam), e o resultado disso é o controle da infestação do mosquito na área tratada.

FORNECIMENTO DE PAPEL CARTÃO PARA AS CAIXAS DOS TROFÉUS

Foto: Divulgação

A Papirus ainda foi parceira do Prêmio Grandes Cases de Embalagem na confecção das caixas dos troféus, e forneceu o papel cartão Vitacycle, contendo 40% de fibras de papel reciclado pós-consumo. “Essa colaboração reforça nosso compromisso em promover o desenvolvimento de soluções criativas e sustentáveis”, concluiu Eliane.

Fonte
Papirus
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo