NotíciasOutros papéis

Mondi e traceless se unem para desenvolver solução de revestimento a partir de subprodutos agrícolas

Nova solução biocircular promete substituir revestimentos plásticos tradicionais e reduzir emissões de gases de efeito estufa

A Mondi, líder global em papel e embalagens sustentáveis, está colaborando com os engenheiros de biomateriais da traceless materials, startup especializada em tecnologias de materiais sustentáveis, para desenvolver uma solução inovadora de revestimento usando subprodutos da indústria agrícola. Esta solução biocircular é pioneira, destinada a substituir o revestimento plástico tradicional.

Produzida com materiais renováveis de origem vegetal, este revestimento elimina a necessidade de utilizar matérias-primas fósseis. A avaliação do ciclo de vida do traceless® revelou que este material reduz em 76% as emissões de gases de efeito estufa desde a fabricação até o descarte, em comparação com o PET virgem. Quando consideradas apenas as fases de produção e distribuição, essas economias chegam a 95%. Além disso, o material possui certificação de compostabilidade doméstica pela DIN CERTCO, uma organização de certificação reconhecida internacionalmente e sediada na Alemanha, garantindo sua decomposição eficiente e segura no ambiente doméstico.

A parceria entre Mondi e traceless para este produto teve início em 2021, combinando a experiência da Mondi em revestimento de papel e soluções de embalagem com a especialização da traceless em materiais naturais. Os grânulos de revestimento são produzidos na planta piloto da traceless e aplicados no papel kraft da Mondi no seu centro de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), onde são realizados testes adicionais em laboratórios dedicados. A produção em larga escala está programada para uma planta específica em Hamburgo, na Alemanha.

O papel kraft revestido está passando por uma cuidadosa avaliação para sua aplicação em diversos mercados finais. Os testes revelaram sua capacidade de resistir à água, oxigênio e gordura, além de destacarem suas excelentes qualidades de impressão. Ao mesmo tempo, o objetivo é desenvolver uma solução reciclável que se integre perfeitamente aos sistemas de reciclagem já estabelecidos na Europa.

Atualmente, as propriedades do revestimento de base biológica estão sendo otimizadas para diversas aplicações de embalagem, incluindo comércio eletrônico, alimentos congelados, alimentos gordurosos e não gordurosos. A meta é criar uma solução de embalagem escalável para diversas indústrias, reduzindo significativamente as emissões de gases de efeito estufa ao longo do ciclo de vida da embalagem.

“Estamos sempre buscando os próximos passos para criar embalagens verdadeiramente circulares, atendendo às demandas de nossos clientes e ao nosso próprio espírito inovador. Este é um exemplo fantástico de como podemos combinar nossas forças de P&D para estar à frente no campo das embalagens sustentáveis, contribuindo para uma economia circular”, disse Marko Schuster, COO Functional Paper and Films da Mondi.

Anne Lamp, CEO e cofundadora da traceless, acrescenta: “Nossa missão é tornar a poluição e o desperdício coisas do passado, usando materiais que impactam positivamente. A jornada até agora tem sido emocionante e instrutiva, ensinando-nos lições valiosas para garantir que nossas embalagens ofereçam excelente proteção. Trabalhando com a Mondi – sua equipe, suas máquinas, seus produtos e processos – estamos adaptando nossa expertise em biomateriais inovadores para reduzir os revestimentos de barreira plástica nas embalagens. O objetivo é criar um produto verdadeiramente adequado, que funcione para a maior variedade possível de aplicações e indústrias”.

Fonte
Mondi Group
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo