Economia CircularESGNotícias

MD Papéis alcança 66% de uso de material reciclado em sua produção de papel cartão em 2023

O volume total de resíduos resultante do processo de fabricação do papel cartão também é completamente reprocessado, servindo de combustível destinado a fornos de indústrias de cimento

A MD Papéis, fabricante de papel cartão do Grupo Formitex localizada em Limeira (SP), conquistou um importante marco em sua jornada em prol da produção sustentável de papel cartão. Pautada pelo compromisso contínuo com a responsabilidade ambiental, a empresa alcançou o percentual de 66,6% de uso de material reciclado para a produção bruta de papel cartão.

No decorrer do ano passado, foram fabricadas 37 mil toneladas de papel cartão pela MD Papéis, a partir de 30 mil toneladas de fibras de celulose como matéria-prima. Do total de fibras utilizadas, 20 mil toneladas (66,6%) são provenientes do uso de aparas de papel recicladas pré e pós-consumo e 10 mil toneladas (33%) correspondem às fibras virgens de celulose, o que ratifica a economia circular e a preservação dos recursos naturais como filosofias corporativas dentro da empresa.

“Estamos extremamente orgulhosos do progresso que alcançamos em nossa busca por práticas sustentáveis. O uso significativo de material reciclado em nossa produção é resultado do nosso esforço contínuo de minimizar o impacto ambiental de nossas operações”, salienta Aldinir Nascimento, diretor de Operações da MD Papéis.

E a empresa ainda continua a demonstrar sua dedicação à causa ambiental e engajamento com a economia circular por meio da gestão responsável dos resíduos resultantes da produção de papel cartão. Prova disso é que todo o volume resultante do processo produtivo, incluindo os resíduos removidos das aparas de papéis, é destinado a coprocessamento. Em 2023, por exemplo, 1.435 toneladas de resíduos foram reprocessadas e transformadas em energia renovável, em forma de combustível destinado a fornos de indústrias de cimento.

Para o diretor de Operações da MD Papéis, essa abordagem para a gestão de resíduos da empresa também é exemplo do empenho em encontrar soluções ambientalmente responsáveis. “Transformar resíduos em energia não apenas reduz nosso impacto ambiental, como também contribui para a transição a uma economia de baixo carbono”, afirma Nascimento.

Com uma visão de longo prazo para a sustentabilidade, a MD Papéis reafirma seu compromisso de servir de exemplo ao mercado industrial, adotando práticas que protegem o meio ambiente e promovem um futuro mais verde para as gerações futuras.

Para mais informações sobre as práticas sustentáveis da MD Papéis, visite o site www.mdpapeis.com.br.

Fonte
MD Papéis
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo