AndritzNotíciasOutros papéis

ANDRITZ fornecerá o maior sistema de produção de lignina do mundo para a Södra na Suécia

A lignina kraft é um subproduto da produção de celulose para papel; hoje, ela é usada em fábricas de celulose para gerar energia

O grupo sueco da indústria florestal Södra selecionou o grupo internacional de tecnologia ANDRITZ para fornecer uma solução completa para a produção de lignina kraft em sua fábrica de celulose em Mönsterås, Suécia. Este importante investimento marca a entrada da Södra no mercado de lignina como parte de sua estratégia de aproveitar ao máximo a madeira utilizada na produção de celulose. Esta será a primeira planta comercial de lignina kraft na Suécia e a maior do mundo.

A lignina kraft é um subproduto da produção de celulose para papel. Hoje, ela é usada em fábricas de celulose para gerar energia. No entanto, também pode ser usada como um recurso renovável para substituir materiais de base fóssil na indústria química ou como base para novos biocombustíveis.

“Este investimento significa muito para a Södra e para nossa fábrica de celulose kraft em Mönsterås. Vamos aproveitar mais de cada árvore e fortalecer nossa lucratividade. Este é um grande investimento para a Södra e para a transição verde”, diz Karin Dernegård, gerente da fábrica da Södra Cell Mönsterås.

A ANDRITZ fornecerá um sistema para recuperar a lignina contida no licor negro do processo de polpação, disponibilizando-a para a Södra como um produto comercializável. O escopo do fornecimento também incluirá sistemas de suporte que melhoram o desempenho ambiental da fábrica e garantem a total integração da recuperação de lignina nas operações existentes.

O sistema será baseado no inovador processo de recuperação de lignina ANDRITZ LignaRecTM. A seção de secagem de lignina, equipada com tecnologia de secagem flash, processará ainda mais a lignina kraft, garantindo um produto de alta qualidade. A integração do processo LignaRec na fábrica de celulose de Mönsterås será completada pela instalação de uma planta de ácido sulfúrico ANDRITZ SulfoLoopTM. Esta planta permite o fechamento do ciclo do enxofre, evitando o descarte de correntes de sulfato mesmo após a implementação da recuperação de lignina.

As soluções de recuperação de lignina e enxofre fazem parte da iniciativa CircleToZero da ANDRITZ, que visa maximizar o uso de fluxos secundários em fábricas de celulose, lançando as bases para produção com zero emissões e zero desperdício. Com o novo pedido, a Södra continua sua colaboração com a ANDRITZ na reutilização de fluxos secundários. A empresa já opera uma planta de biometanol ANDRITZ KraftanolTM em sua fábrica de Mönsterås. Esta planta é a primeira do mundo a converter subprodutos da produção de celulose em biometanol purificado.

“Estamos muito satisfeitos que a Södra tenha novamente confiado em nós para implementar uma solução inédita que apoia a transição verde e, ao mesmo tempo, abre novas oportunidades de negócios”, diz Joachim Schönbeck, Presidente e CEO da ANDRITZ.

A planta de produção de lignina da Södra está programada para iniciar suas operações em 2027, viabilizada pela Agência Sueca de Energia e pelo The Industrial Leap via NextGenerationEU.

Fonte
ANDRITZ
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo